Archive For The “Destaques” Category

Artigo: Prazo Agregado

Artigo: Prazo Agregado

 

Prazo Agregado: Análise de desempenho em prazos com medições do GVA

O Gerenciamento do Valor Agregado (GVA) é um sistema extraordinário de gerenciamento que integra, de uma forma muito intrigante, custo, prazo e desempenho técnico. No entanto, é um sistema cujos conceitos são difíceis de entender por quem está iniciando na área. O GVA mede o desempenho em prazo e custo, ou seja, dinheiro, não em unidades de tempo. Depois de superar esse obstáculo mental, se descobre outra peculiaridade do GVA: na conclusão de um projeto que está atrasado, a Variação de Prazo (VPR) é igual a zero, e o Índice de Desempenho em Prazo (IDP) é igual a um. Isso é estranho, pois o projeto terminou atrasado, mas os valores dos indicadores dizem que o projeto foi perfeito em termos de desempenho em relação ao prazo. Um executivo sênior que receba o relatório de desempenho do projeto, e que pouco conheça do GVA, não consegue entender porque seu cliente está irritado e grita: “O produto foi entregue atrasado!”. Este texto discute o dilema existente nos indicadores de prazos, VPR e IDP, do GVA. O artigo apresenta um método para solucionar o problema. Demonstra- se que o método resulta em indicadores de prazo que se comportam da mesma forma que os de custo.

Autores: Walt Lipke, Paulo André

Publicado: MundoPM – Fev/Mar 2014

Link para Artigo: http://projectdesignmanagement.com.br/produto/prazo-agregado-analise-de-desempenho-em-prazos-com-medicoes-do-gva/

Hackeando o Negócio: Strategic Design

Hackeando o Negócio: Strategic Design

Hackeando o Negócio: Strategic Design

O hacker digital ganha então uma plataforma infinita de possibilidades (para hackeamento) e a ética hacker parece então fazer sentido em outros campos que não o da programação. A começar pelo ativismo político. Curiosamente em julho de 2016 o aclamado MIT lançou o prêmio desobediência responsável, oferecendo R$ 250 mil dólares para projetos que desafiem as normas, regras e leis da sociedade – seria o hackeamento civil? Basta observar que entre 2010 e 2015 a primavera árabe promoveu via redes sociais uma mobilização sem precedentes da população oprimida em países como Egito, Tunísia, Líbia, Iêmen e Sudão, e que levou à derrocada de regimes autocráticos – aliás, essa foi a inspiração de Sam Esmail ao escrever e dirigir Mr. Robot.  LEIA MAIS…

Autor: André Ribeiro Coutinho

Publicado: MundoPM – Abr/Mai 2017

Link para Artigo: http://projectdesignmanagement.com.br/produto/ed74-12/

 

 

Artigo: Design Project Risks

Artigo: Design Project Risks

Usando o conceito de vulnerabilidade

Considerando que o design de projeto evolui em ambientes complexos, normalmente eles enfrentam uma quantidade de riscos cada vez maior, mais variados e inter-relacionados. Portanto, os paradigmas tradicionais de gerenciamento de riscos de projetos devem ser complementados com novas abordagens orientadas ao pensamento sistêmico. Depois de definir o conceito de vulnerabilidade do projeto, este trabalho propõe uma descrição do processo de gerenciamento da vulnerabilidade do projeto e compara-o com o processo tradicional de gerenciamento de riscos do projeto, a fim de destacar os benefícios potenciais de uma nova abordagem sistêmica. Também propõe uma metodologia para analisar vulnerabilidades do projeto, decompondo-as em três níveis: valores, processos e elementos do projeto. Um modelo baseado em analogia estressor / receptor é a base para identificar e avaliar vulnerabilidades do projeto. Um índice simples agrega então os conceitos de resistência, resiliência e contribuição à criação de valor. Isso permite classificar vulnerabilidades do projeto para auxiliar na tomada de decisões. Finalmente é apresentado um estudo de caso que explica os benefícios da abordagem de vulnerabilidade no caso de um projeto no contexto da indústria farmacêutica, com o objetivo de projetar um sistema de apoio à decisão e sua organização de trabalho correspondente. LEIA MAIS…

Autores: Franck Marle, Ludovic-Alexandre VIDAL, Jean-Claude Bocquet

Publicado: MundoPM – Abr/Mai 2017

Link para Artigo: http://projectdesignmanagement.com.br/produto/ed74-10/

 

 

Artigo: Gerente de Projetos Híbrido

Artigo: Gerente de Projetos Híbrido

Gerente de Projetos Híbrido Efetivo

Em 2017 Mark Mulally publicou os resultados de uma pesquisa (Mark Mulally, “All is not the same in the World of Project Management”, ProjectManagement.com, 3/27/17). Ele relatou que menos de 2% das organizações pesquisadas operavam na maturidade de nível 3 de CMMI ou superior.

Se a sua conclusão foi uma surpresa, você provavelmente se perguntou o que os outros 98% das organizações estavam fazendo. Eles provavelmente usaram abordagens que vão desde algum modelo informal “Do It Yourself” para uma adaptação cuidadosamente elaborada e monitorada de um modelo comercial praticado em sua organização. Eu sei que também fiz isso e gostaria de compartilhar uma resposta com você. Estou rotulando minha resposta como: “Gerenciamento de projeto híbrido“.

Autor: Robert K. Wysocki

Publicado: MundoPM – Abr/Mai-2018

Link para o Artigo: http://projectdesignmanagement.com.br/produto/gerente-de-projetos-hibrido-efetivo-um-novo-tipo-de-gerente/

Artigo: Benefícios como Indicador de Desempenho em Projetos

Artigo: Benefícios como Indicador de Desempenho em Projetos

Avaliação do Desempenho de um Projeto com Base na Realização dos Benefícios

As organizações normalmente se utilizam de programas e projetos como meios para alcançar seus objetivos estratégicos. Os programas, no âmbito estratégico, são responsáveis por realizar benefícios por meio das entregas dos projetos. Não havendo um programa, a gerência funcional, responsável pelo projeto, irá garantir que ele não entregue “elefantes brancos” para a organização e que seus produtos agreguem valor para a organização. LEIA MAIS…

Autor: Carlos Alberto de Sousa

Publicado: MundoPM – Abr/Mai-2018

Link para Artigo: http://projectdesignmanagement.com.br/produto/avaliacao-do-desempenho-de-um-projeto-com-base-na-realizacao-dos-beneficios/

 

 

Go Top